Radu Sigheti
Radu Sigheti

Roger Waters e Ken Loach pedem que Radiohead cancele apresentação em Israel

O prêmio Nobel da Paz sul-africano Desmond Tutu também se uniu à iniciativa

EFE

24 Abril 2017 | 17h26

O fundador da banda britânica Pink Floyd, Roger Waters, e o cineasta Ken Loach estão entre os quase 50 artistas que assinaram uma carta divulgada nesta segunda-feira, 24, para pedir ao grupo Radiohead que cancele o show que está programado para o meio deste ano em Israel.

Músicos, atores, roteiristas e outros artistas, reunidos na organização Artists For Palestine UK, pedem ao Radiohead que "pensem de novo" antes de continuar com sua apresentação em um país "que impõe um 'apartheid' aos palestinos".

Na sexta-feira, dia 19 de julho, uma apresentação do Radiohead está marcada para o parque Yarkon, em Tel Aviv, dentro de uma turnê que antes os levará a Estados Unidos, Noruega, Suécia, Dinamarca, Itália, Reino Unido, Polônia, Bélgica e França, entre outros países.

"Já que o Radiohead faz campanha pela liberdade dos tibetanos, perguntamos por que rejeitariam uma petição para defender outro povo sob ocupação estrangeira", diz o texto publicado pela Artists For Palestine UK.

O prêmio Nobel da Paz sul-africano Desmond Tutu também se uniu à iniciativa com uma mensagem na qual afirma que cancelar o show em Tel Aviv representaria "um pequeno passo para pressionar Israel, a fim de que acabe com a violação de direitos básicos e das leis internacionais".

"Por favor, façam o mesmo que fizeram os artistas na África do Sul durante a era da opressão: Mantenham-se afastados até que se termine o 'apartheid'", pediu o religioso na carta. EFE

 

Mais conteúdo sobre:
Desmond Tutu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.