Rappa fatura principais prêmios do VMB

O clipe A Minha Alma (A paz que eu não quero) do grupo O Rappa foi o grande vencedor do Vídeo Music Brasil 2000, que premiou na noite de ontem, no Credicard Hall, os melhores vídeos clipes da música brasileira. Os cariocas faturaram os prêmios de Melhor Clipe de Rock, Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Edição e Melhor Clipe do Ano, segundo júri técnico e também segundo a audiência da emissora. Luana Piovani, que até o final do ano estréia um programa na MTV, dividiu a apresentação do evento com os VJ´s da casa e inúmeros convidados especiais, entre eles, Ronaldinho, Gustavo Kuerten e Luciana Gimenez. A modelo, mãe do filho de Mick Jagger Lucas, subiu ao palco ao som de Satisfaction e disse ter muito orgulho de fazer parte da "família" do rockeiro. Um vídeo com alguns dos melhores momentos dos 50 anos da televisão brasileira abriu o VMB 2000, que teve como principais atrações os shows de Raimundos, Simoninha (uma homenagem ao seu pai Wilson Simonal, morto este ano), Sandy & Júnior, O Rappa, Planet Hemp, Capital Inicial e Marisa Monte. Além dos 50 anos da TV, foram lembrados os dez anos da emissora no Brasil e os dez anos sem Cazuza. Para homenagear um dos principais ídolos da música pop brasileira nos anos 80, a emissora chamou o companheiro de composições Frejat e exibiu um clipe em que vários cantores, de Sandy a Dinho Ouro Preto, interpretaram trechos de O Tempo não Pára. Pouco antes de anunciar o melhor clipe de rap, uma das grandes performances da noite ficou por conta de Jair Rodrigues. Ao lado do vocalista da banda Charlie Brown Jr., Chorão, o sambista interpretou a música Deixa Isso Pra Lá, considerado por muitos o primeiro rap brasileiro. Em outro momento de grande euforia por parte do público, o galã Reinaldo Gianechini, aos berros de "beija, beija, beija...", atendeu aos pedidos da platéia e beijou a namorada Marília Gabriela no palco, antes de anunciar o melhor vídeo clipe do ano segundo júri especializado. "Eu queria fazer isso na frente das câmeras há muito tempo", desabafou o par romântico de Vera Fischer na novela Laços de Família, da Globo. O cineasta Pedro Almodóvar também roubou a cena. Apresentado pelo amigo Caetano Veloso para anunciar o vencedor de melhor direção de clipe, o atual vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro lançou o comentário: "Desculpem, mas só aprendi a dizer três palavras em português: bunda, suruba e fofoca". Até Gustavo Kuerten, diretamente de Cincinatti, onde está disputando um torneio, apareceu para anunciar o melhor clipe do ano segundo a audiência da emissora. A premiação terminou com Ronaldinho chamando ao palco Marisa Monte, que, ao contrário de outros anos, venceu somente em duas categorias: melhor clipe de MPB e melhor website de artista. Confira os principais vencedores Melhor Clipe Pop: Skank (Três Lados) Melhor Clipe de Música Eletrônica: Golden Shower (United Computer System) Melhor Clipe de MPB: Marisa Monte (Amor I Love You) Melhor Clipe de Axé Music: Daniela Mercury (Ilê, Pérola Negra) Melhor Clipe de Pagode: Os Travessos (Meu Querubim) Melhor Demo Clipe: Radar Tantã (Na Dúvida Atire) Melhor Clipe de Rap: Xis (Os Mano e as Mina) Melhor Clipe de Rock: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu não Quero) Melhor Website de Artista: Marisa Monte (Amor I Love You) Melhor Direção de Vídeo Clipe: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu não Quero) Melhor Fotografia: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu não Quero) Melhor Edição: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu Não Quero) Direção de Arte: Pato Fu (Made in Japan) Melhor Clipe de Animação: Andréia Marquee (Nosso Amor) Melhor Clipe do ano, segundo júri especializado: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu não Quero) Melhor Clipe do ano, segundo escolha da audiência: O Rappa (A Minha Alma - A Paz que Eu não Quero) Clipe Revelação: Los Hermanos (Anna Júlia)

Agencia Estado,

11 Agosto 2000 | 02h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.