Quadro de saúde de Jamelão 'é estável', aponta boletim médico

Sambista 'teve melhoras, mas inspira cuidados médicos permanentes', afirma médico Milton Arantes

31 Outubro 2007 | 13h39

O estado de saúde de Jamelão 'é estável', segundo informa o boletim médico divulgado nesta quarta-feira, 31, pela assessoria de imprensa da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. O famoso intérprete dos sambas da Estação Primeira de Mangueira 'teve melhoras, mas inspira cuidados médicos permanentes e está sendo medicado de acordo com o seu quadro', declara o médico Milton Arantes.   Jamelão deu entrada na terça-feira, 30, na Santa Casa do Rio com um quadro de desidratação, desnutrição e suspeita de infecção urinária.   No ano passado, Jamelão, de 94 anos, que sofre de hipertensão e diabetes, teve um acidente vascular cerebral (AVC) que o afastou de vez do Carnaval carioca.   Depois de 50 anos, em 2007 foi a primeira vez que o intérprete não puxou o samba da Estação Primeira de Mangueira. Em menos de um ano, Jamelão sofreu duas isquemias e uma fratura no fêmur.

Mais conteúdo sobre:
Jamelão boletim médico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.