1. Usuário
Assine o Estadão
assine


New York Times diz que Roberto Carlos só faz 'cópias inferiores'

O Estado de S. Paulo

12 Março 2014 | 19h 17

Crítico define canções como "baladas românticas à moda de Julio Iglesias"

O crítico de dança do New York Times, Brian Seibert, foi implacável ao analisar a música do brasileiro Roberto Carlos utilizada na trilha do balé As Canções Que Você Dançou pra Mim, da Focus Cia de Dança, que estreou no Joyce Theater de Nova York no último sábado.

“A música é toda de gravações de Roberto Carlos, o pop star que em cerca de 50 anos de carreira tem sido chamado de Elvis Brasileiro e o Frank Sinatra Brasileiro”, disse Seibert. “Para alguém que cresceu com essas gravações, elas provavelmente encontram ressonância emocional. Para alguém que não tenha, elas devem soar, como soam para mim, como cópias inferiores ou derivadas”.

Segundo Seibert, as canções escolhidas têm um espectro que vai de Splish Splash e Unchain My Heart a surf rock, funky R&B e “baladas românticas à moda de Julio Iglesias”. O balé brasileiro também foi duramente criticado pelo articulista.

O New York Times passou batido por Roberto Carlos durante décadas. Foi só em 2003 que o jornal publicou pela primeira vez um longo artigo de Larry Rohter intitulado Songs by a Man with Heart Mean Christmas in Brazil. No texto, Rohter descreveu o começo humilde do cantor em Cachoeiro do Itapemirim, sua liderança no grupo da Jovem Guarda (Young Team, para o diário) e sua importância na cena musical. “Ele também desafiou as convenções ao introduzir instrumentos elétricos na música popular brasileira, pavimentando a estrada para o movimento tropicalista liderado por mr. Veloso e mr. Gil”, conta Rohter. Na ocasião, Julio Iglesias, fã declarado de Roberto, disse ao jornal que o brasileiro só não tinha um público internacional maior porque nunca fez esforço nessa direção.

  • Tags: