1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Morrissey cancela turnê nos EUA depois de desmaiar

O Estado de S. Paulo, com agências internacionais

11 Junho 2014 | 10h 53

Tratamento para uma gripe severa vai impedir cantor de continuar com os nove shows agendados

O cantor britânico Morrissey cancelou o restante de sua turnê pelos Estados Unidos após desmaiar e ter que ser levado ao hospital depois de um show em Boston, no sábado. O ex-líder do The Smiths, de 55 anos, fez o anúncio nesta quarta-feira, 10, pelas redes sociais e pelo fansite True to You.

“É uma pena inimaginável”, disse Morrissey pelo comunicado. Estava agendada para o próximo dia 21 uma apresentação em Nova York ao lado de Cliff Richard. Recentemente, Morrisey divulgou o seguinte single, uma prévia do seu próximo álbum (World Peace is None of Your Business).

No último dia 7, Morrissey desmaiou depois do show na Boston Opera House, e foi levado a um hospital onde foi tratado por uma “febre aguda”. O cantor contraiu uma gripe na semana anterior, em Miami, onde também recebeu cuidados médicos, mas o tempo de recuperação exigido para o cantor não o permite continuar a se apresentar. Ainda restavam nove shows na atual turnê.

O comunicado no fansite dá a entender que a gripe foi passada a Morrissey por Kirsteen Young, artista que o acompanhava na turnê. Em um post recente do seu Facebook, a pianista relatava o recebimento de um tratamento para uma alergia, mas mesmo assim o staff de Morrissey exigiu que ela saísse da turnê para “o bem de todos”. Porém, de acordo com o jornal britânico The Guardian, Young disse que ela não tem culpa nenhuma no incidente.

JF Diorio/Estadão
"É uma pena inimaginável", diz Morrissey

Não é a primeira vez que um problema de saúde obriga o cantor a cancelar shows. Em 2013, ele também cancelou apresentações nos Estados Unidos por causa de uma úlcera, um problema no esôfago e pneumonia.

Com uma personalidade excêntrica e provocadora, Morrissey alcançou fama mundial à frente do The Smiths, banda britânica Cult dos anos 1980, que existiu por apenas cinco anos. Fundada em 1984, o quarteto de Manchester (com Johnny Marr, Andy Rourke e Mike Joyce) marcou com suas letras as gerações seguintes e ganhou respeito da crítica musical.