Assine o Estadão
assine

Cultura

Eagles

Morre Glenn Frey, guitarrista do Eagles, aos 67 anos

Músico, fundador da banda de rock dona de hits como Hotel California e Take It Easy, foi submetido a uma cirurgia intestinal e obrigou o grupo a adiar shows do fim de 2015

0

O Estado de S.Paulo

18 Janeiro 2016 | 20h49

Glenn Frey, fundador, guitarrista e às vezes vocalista do Eagles, não resistiu ao pós-operatório da cirurgia intestinal realizada em novembro de 2015 e morreu nesta segunda-feira, 18, aos 67 anos.

A confirmação foi feita pelo perfil oficial do Eagles no Facebook. “É com o maior peso no coração que anunciamos a morte do nosso camarada”, diz o texto, em inglês. “Glenn lutou corajosamente sua batalha nas últimas semanas, mas, infelizmente, sucumbiu a complicações de artrite reumática, colite ulcerosa aguda e pneumonia.”

O texto segue com o agradecimento da família Frey pelo apoio dos fãs de Glenn ao longo do período no qual ele foi internado e tentava a recuperação. “Palavras não podem descrever a tristeza, nem o amor e respeito dado por todos vocês a nós, sua família e à comunidade musical.”

A doença de Frey foi revelada quando o Eagles, em respeito ao companheiro de banda, decidiu cancelar uma cerimônia que seria realizada em novembro do ano passado.

O guitarrista morreu em Nova York, onde vivia. Nasceu em Detroit, no estado norte-americano de Michigan, e ganhou seis gramofones do Grammy ao lado da banda que marcou uma geração com hits poderosos como Hotel California, Witchy Woman e Peaceful Easy Feeling.

Outro clássico do Eagles, Take It Easy, canção que chegou ao Top 40 dos Estados Unidos ao ser lançada, em 1972, é de autoria de Frey. São dele outras faixas do repertório da banda: Tequila Sunrise, Already Gone, Lyin’ Eyes e New Kid in Town.

As tensões entre Frey e Don Felder culminaram com o fim do Eagles, em 1980, quando eles chegaram a discutir sobre o palco. Com o rompimento do grupo, Frey ainda foi capaz de seguir em uma razoavelmente bem-sucedida carreira solo.

Sozinho, lançou cinco discos de estúdio. O último deles, chamado After Hours, chegou às prateleiras em 2012.

Mais conteúdo sobre:

Comentários