Divulgação
Divulgação

Mick Jagger: 'Em SP, pessoas assistem ao show pelo celular'

Em entrevista à apresentadora Luciana Gimenez, roqueiro reafirmou que os Stones estão gravado disco novo e comentou sobre a mania das plateias de São Paulo em filmar toda a apresentação

O Estado de S.Paulo

03 Março 2016 | 00h00

A única entrevista que Mick Jagger concedeu no Brasil foi a Luciana Gimenez, apresentadora da Rede TV, com quem tem um filho, Lucas Jagger. Mick foi perguntado e falou sobre futilidades a maior parte do tempo. Em dois momentos mais interessantes, reafirmou que os Stones já têm material gravado para um novo disco de inéditas. “Estivemos no estúdio antes do Natal. Gravamos músicas novas mas não sabemos quando serão lançadas. Vamos gravar mais algumas no final da primavera”, disse.

O segundo momento curioso foi quando Luciana perguntou sobre as plateias do Brasil. Mick disse que sente o público no Rio de Janeiro bastante tranquilo, “relax”. Sobre os paulistas, fez uma espécie de crítica, ligeiramente incomodado: “Parece que todo mundo assiste ao show pelo celular! O público aqui é um pouco diferente”.

Luciana perguntou sobre como Mick faz para equilibrar as atenções à família com a carreira na estrada: “É um malabarismo”, disse o roqueiro. “Mas meus filhos são todos grandes, Lucas é o menor. Não preciso tomar conta deles o tempo todo”. Eles falaram por mais tempo, como se respeitassem a um acordo, sobre a série Vynil, que ele produziu junto com Martin Scorsese, exibida pelo canal HBO. Jagger contou que a ideia original era fazerem um longa para cinema, mas que a valorização dos seriados para TV dos últimos tempos o fez mudar de ideia. A produção, para ele, é complicada. “Trabalhamos com sete diretores. O que garante uma unidade é (o fato de) ser a mesma equipe de câmeras, os mesmos atores”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.