Julian Lepick
Julian Lepick

Machado de Assis inspira nova ópera de Jorge Antunes

'O Espelho' tem sessões nesta sexta, 17, e no domingo, 19, no Theatro São Pedro

João Luiz Sampaio, Especial para O Estado

17 Março 2017 | 10h55

"Esse homem tinha a mesma idade dos companheiros, entre quarenta e cinquenta anos, era provinciano, capitalista, inteligente, não sem instrução, e, ao que parece, astuto e cáustico. Não discutia nunca." Esse homem é Jacobina que, certa noite, resolveu falar - e defender uma certa nova teoria da alma humana, ponto de partida para o conto O Espelho, um dos mais importantes de Machado de Assis, transformado em ópera que pode ser vista nesta sexta, 17, e no domingo, 19, no Theatro São Pedro.

O projeto nasceu da parceria entre o compositor Jorge Antunes, um dos principais nomes da criação musical brasileira, e Jorge Coli, professor  e crítico de arte a quem coube adaptar o texto. A princípio, a obra seria estreada no ano passado, ao lado de O anão, de Zemlinsky, mas cortes de verbas acabaram adiando a estreia. 

"São sete quadros que se sucedem, sem interrupção", explica Antunes. "Uma abertura, um prólogo com Jacobina e os amigos, ou seja, o início do conto, e então cinco quadros ao longo dos quais ele expõe sua história e sua teoria". 

Antunes tem se dedicado com regularidade à ópera. É autor de Olga, estreada há dez anos no Municipal de São Paulo. "A proposta musical aqui, como na Olga, é bastante eclética. Há a linguagem atonal, eletrônica, experimental, mas também melodias, um lírico cantado e melódico. E o mesmo vale para a orquestra", ele explica.

Caetano Pimentel assina a direção cênica. E Pedro Messias comanda a parte musical, à frente de um elenco formado por jovens da academia e do elenco estável do São Pedro. "É minha primeira estreia mundial, o que é maravilhoso e amedrontador", ele brinca. "O estilo da música de Antunes me agrada muito e o trabalho com ele foi interessante, ele foi muito presente e sempre com muito carinho com toda a equipe".

O ESPELHO

Theatro São Pedro. Rua. Dr. Albuquerque Lins, 207, Santa Cecília. Telefone: 3661-6529. Sexta (17), às 20h; domingo (19), às 17h. Ingressos: R$ 30/ R$ 80. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.