1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Lollapalooza

Lollapalooza 2016: problema técnico atrasa show da dupla The Baggios em 35 minutos

- Atualizado: 12 Março 2016 | 13h 43

De acordo com a produção, houve uma quebra no fornecimento de energia do palco

A banda prejudicada foi o ótimo duo de Sergipe The Baggios, escalado para o primeiro show, no Palco Skol

A banda prejudicada foi o ótimo duo de Sergipe The Baggios, escalado para o primeiro show, no Palco Skol

Um problema técnico atrasou o início das atividades do palco Skol Stage, o principal do Lollapalooza brasileiro, iniciado neste sábado, 12, em São Paulo. De acordo com a produção, houve uma quebra no fornecimento de energia do palco. A banda prejudicada foi o ótimo duo de Sergipe The Baggios, escalado para o primeiro show. 

Marcada para 12h05, a performance só foi começar as 12h40. Não que a intempérie tenha afrouxado o rock da dupla. O Azar Me Consome foi escolhida para abrir a apresentação e não poderia ser mais apropriada. "Eu não vou desistir", urra Julio Andrade, vocalista e guitarrista da dupla. 

Altas doses de blues e a virtuose da guitarra de Andrade apedrejam aqueles que chegaram cedo para assistir ao rapper Eminem, que encerra as atividades no palco, com gosto. Seja em baladas ou em canções extremamente pesadas, o Baggios mostrou que merecia um lugar de mais destaque na escalação do festival. 

Nem mesmo o som de bate estaca que chegava da pista eletrônica, localizada à direita do palco Skol, abalou os rapazes. 

A banda ainda mostrou músicas inéditas, que contam com a adição de um tecladista. O blues rock ganha ares progressivos, ora psicodélicos, e encorpa tal qual qualquer garoto que entra na adolescência. Não há nada desengonçado, contudo, nesse amadurecimento - braços longos demais, voz frouxa, coisas assim. Tudo simétrico, digno de uma das melhores bandas de rock do Brasil na atualidade. 

 

Lollapalooza
Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX