Divulgação
Divulgação

Jack Johnson, que já doou US$ 25 milhões para a caridade, chega aos 40 anos

Upside Down, Flake e Taylor são alguns dos sucessos do cantor, surfista, cineasta, que faz aniversário nesta segunda, 18

O Estado de S. Paulo

18 Maio 2015 | 13h04

Simpático, generoso, bom-moço, otimista, totalmente do bem. Essa é a imagem que se tem pelo mundo do cantor, compositor, surfista e cineasta norte-americano, nascido em Honolulu, Jack Johnson, que, nesta segunda, dia 18 de maio, faz 40 anos. E tudo o que ele faz, parece comprovar a sua fama. 

Em cinco anos de trabalho, ele doou US$ 25 milhões para a caridade. Seus lucros são destinados a ONGs de vários países. “Gosto de fazer o bem, de ser bom. Eu me preocupo em passar mensagens otimistas e em dar recursos para o que acredito”, afirmou em 2014.

Pelo magnífico conjunto de qualidades e por seu estilo folk rock, surf e pop de fácil digestão, mostrado em hits como Upside Down, Flake, Taylor e Times Like These, ele conquistou uma enormidade de fãs e a fama. 

 

A música surgiu na vida de Jack Hody Johnson por acidente, no sentido exato da palavra. Ele tinha 17 anos, quando, ao participar de uma competição de surfe, sofreu uma lesão que o afastou do esporte por longos 90 dias. Durante esse período, começou a compor, influenciado por ídolos como Bob Marley.

Antes de lançar o seu primeiro álbum de estúdio, Brushfire Fairytales (2001), Jack Johnson realizava filmes de surfe. Ele estudou cinema na Califórnia e fez documentários, e trilhas sonoras, premiados sobre o esporte.

Também conhecido por seu ativismo ecológico, Johnson que se apresentou no Rio, em 2014, aproveitou a estada na cidade para plantar mudas de árvores em um parque da zona oeste e dar aulas de surfe para crianças carentes. 

O último disco de estúdio de Jack Johnson, From Here To Now To You, foi lançado em 2013.

Mais conteúdo sobre:
Jack Johnson música

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.