Gilberto Gil continua internado e não há previsão de alta

Show com Caetano Veloso no Rio neste domingo, 30, está mantido

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2016 | 19h18

O cantor e compositor Gilberto Gil, 74, continua internado no Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa do artista, o músico dá continuidade ao tratamento de insuficiência renal e não há previsão de alta. Ele está internado desde sexta-feira, 21.

Em sua conta oficial no Instagram, Gil afirmou que show com Caetano Veloso no Rio de Janeiro neste domingo, 30, está mantido. "Alô, Rio de Janeiro, Faltam 5 dias pro nosso encontro. Voltamos ao Rio no fim da semana pra última apresentação carioca de #DoisAmigosUmSeculoDeMusica. Nos vemos lá", escreveu Gil. Ele aproveitou para negar os boatos de que estaria em estado de saúde delicado. "Para todo o povo brasileiro, aquele abraço. E pros boatos: fora daqui!"

Mandando um Axé para Gil. Pouquíssimas pessoas compareceram ao hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira, 26, para prestar homenagem ao cantor e compositor Gilberto Gil. Até as 14h30, o evento Axé para Gil! tinha mais de 4 mil confirmações na página do evento. Por volta das 18h, apenas 8 pessoas estavam no local. Algumas delas estenderam faixas e cantavam músicas de Gil.

 

Mais conteúdo sobre:
Gilberto Gil Caetano Veloso Música

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.