AFP  PHOTO | JUSTIN TALLIS
AFP PHOTO | JUSTIN TALLIS

Corpo de David Bowie foi cremado sem funeral, diz jornal britânico

Nem amigos próximos e familiares estiveram presentes, segundo o 'Daily Mirror'

O Estado de S. Paulo

14 Janeiro 2016 | 10h48

O corpo de David Bowie foi cremado 'secretamente', sem a presença de nenhum familiar ou amigo próximo, de acordo com o jornal britânico Daily Mirror. O músico teria dito a seus familiares que queria partir sem "alarde", e não ter nenhum funeral público.

Uma fonte disse ao jornal que de fato não haverá nenhuma cerimônia oficial. O corpo de Bowie teria sido cremado "pouco" depois de sua morte, no domingo.

Lutando contra um câncer há 18 meses, o cantor deixou seu planos claros para a família, especialmente a esposa Iman, de 60 anos. De acordo com o Mirror, ele queria ser lembrado pelos "bons momentos e pela música".

A mesma fonte em Nova York disse que ele gostaria de desaparecer sem "fanfarra". "Esse seria totalmente seu estilo. O seu último álbum, Blackstar, foi o seu adeus para os fãs."

O diretor de teatro Ivo van Hove, que trabalhou com Bowie durante meses antes da sua morte, disse a uma rádio holandesa que o músico morreu por um câncer no fígado.

Mais conteúdo sobre:
David Bowie Música

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.