Britney e Federline farão terapia antes de nova audiência

Ex-casal deverá fazer pelo menos três sessões de terapia familiar, segundo determinação judicial

Efe,

05 Outubro 2007 | 01h36

A cantora americana Britney Spears terá que participar de pelo menos três sessões de terapia familiar com seu ex-marido Kevin Federline antes da próxima audiência sobre a guarda dos filhos. Eles se encontrarão nos tribunais no dia 26 de outubro.   Assim ordenou a Suprema Corte do condado de Los Angeles, segundo documentos divulgados na quinta-feira e publicados por vários veículos americanos.   O tribunal ordenou que Federline continue com a guarda e a custódia provisória dos filhos do ex-casal, Sean Preston, de 2 anos, e Jayden James, de 1. Enquanto o processo corre, a cantora poderá visitar as crianças na presença de um assistente social.   O juiz do caso, Scott Gordon, também decidiu que, caso a cantora "falte a um exame de drogas ou se recuse a fazer um, a corte considerará o 'teste' suspenso".   Há alguns meses, o tribunal obrigou Britney a fazer testes para a detecção de álcool e drogas no sangue duas vezes por semana e a entregar uma carteira de motorista da Califórnia com validade.   No entanto, segundo seus advogados de defesa, na segunda-feira passada, ela perdeu a guarda dos filhos por não fazer os exames nem mostrar sua habilitação.   Os documentos da audiência de quarta-feira também dizem que as visitas vigiadas da cantora serão imediatamente suspensas se "qualquer comportamento ou ação" dela "colocar as crianças em perigo".   Segundo informações, só Federline compareceu diante do juiz na quarta-feira. No dia 26, por determinação do juiz, Britney também terá que estar presente na audiência.

Mais conteúdo sobre:
Britney Spears Kevin Federline

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.