Divulgação
Divulgação

Banda Cordel do Fogo Encantado chega ao fim

Saída de Lirinha causa dissolução do grupo; leia a íntegra do comunicado do vocalista e líder da banda

estadao.com.br,

24 Fevereiro 2010 | 18h14

Após 11 anos de existência, o produtor da banda Cordel do Fogo Encantado comunica por e-mail divulgado à imprensa que o grupo se desfez, em consequência da saída de seu fundador, José Paes de Lira, o Lirinha, por motivos pessoais.

 

Em seu comunicado, Antonio Gutierrez informa que não houve briga entre os integrantes, mas que foram suspensas as apresentações ao vivo e gravações em estúdio.

 

Haverá uma única exceção: um lançamento em breve do registro do último show, em 14 de fevereiro, na praça do Marco Zero no Recife.

 

Os fãs poderão obter mais informações sobre as últimas atividades da banda por meio de seu site oficial que continuará ativo.

 

Leia a íntegra do comunicado de Lirinha:

 

"Com a permissão dos Encantados, sempre:

Anuncio a minha saída da banda Cordel do Fogo Encantado.

 

São 14 anos de trabalho ininterrupto (11 anos de banda e 3 anos de peça teatral de mesmo nome).

O grupo que é independente desde a sua origem, com integrantes do sertão de Pernambuco (Arcoverde) e do Morro da Conceição (Recife) se tornou uma das bandas mais ativas do cenário de shows da música brasileira. Isso aconteceu com a total entrega dos participantes e a verdade da mensagem emitida.

 

É com muita dificuldade que redijo essa informação, devido ao imenso amor que eu sinto pelo público e pelos meus companheiros/guerreiros do projeto.

 

Revelo, por respeito aos que me acompanham, a minha vital necessidade de trilhar novos caminhos.

Ajudei a desenvolver um dos espetáculos mais originais da cultura pop do país e é com esse sentimento de orgulho que sigo em frente.

 

Com a certeza de que o fogo da nossa poesia e da nossa música nunca se apagará e que nossa força é infinita".

Mais conteúdo sobre:
Cordel do Fogo Encantado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.