Após 25 anos juntos, Simply Red anuncia fim da banda em 2009

'De certo modo decidi que 25 anos são suficientes', declara Mick Hucknall, vocalista da banda

EFE,

25 Outubro 2007 | 17h17

O grupo pop britânico Simply Red, liderado por Mick Hucknall, se separará em 2009 após 25 anos juntos, confirmou nesta quinta-feira, 25, o vocalista.   Hucknall, de 47 anos, anunciou que o recém-lançado Stay, o 12.º trabalho da banda, será o último disco gravado em estúdio. O grupo se desintegrará dentro de dois anos, quando terminará sua próxima turnê.   "De certo modo decidi que 25 anos são suficientes", declarou Hucknall em entrevista à rádio britânica Gold.   O músico explicou que quer se concentrar mais em sua carreira solo e que acaba de concluir seu próprio álbum: um tributo ao músico de blues e R&B Bobby Bland.   "Gostei de fazer, tanto que às vezes sinto que chegou a hora de pôr um ponto final à história do Simply Red", disse Hucknall, que assegurou que pretende "inventar" uma nova forma de fazer música, influenciada pelo R&B dos anos 1960.   Segundo o músico, esse projeto solo é um "grande desafio" que não pode fazer sob o nome da banda.   Ao longo da carreira, que começou em 1984, a banda lançou sucessos como Stars, Something Got Me Started e It's Only Love, vendendo mais de 50 milhões de cópias.

Mais conteúdo sobre:
Simply Red Mick Hucknall

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.