Amazon Music via AP
Amazon Music via AP

Amazon lança novo serviço de streaming de música nos EUA e no Reino Unido

Amazon Music Unlimited vai competir com Spotify, Apple Music e outras plataformas semelhantes

AP

12 Outubro 2016 | 11h11

NOVA YORK - A Amazon está lançando um serviço de streaming de música, o mais recente em uma área cada vez mais povoada. O Amazon Music Unlimited - lançado nesta quarta-feira, 12, nos EUA e no Reino Unido - está sendo posicionado para competir contra serviços existentes, como o Spotify e o Apple Music. Vai custar US$ 8 por mês, ou US$ 80 por ano, para membros do programa Amazon Prime. Os não membros vão pagar US$ 10 por mês, o mesmo valor dos outros serviços.

O streaming faz parte da estratégia da empresa para atrair clientes para o Prime, seu programa de fidelidade. O novo catálogo tem "dezenas de milhões" de músicas.

O lançamento ocorre num momento em que as pessoas estão mudando o jeito de consumir música. De acordo com a Nielsen, durante o primeiro semestre de 2016, a compra de singles e canções únicas no meio digital caiu 24% e a compra de álbuns digitais caiu 18% nos EUA. O streaming cresceu 59% comparado com o mesmo período do ano anterior.

"A indústria da música tem procurado há tempos por um modelo que realmente funcione, e acredito que o streaming tem feito um bom papel", disse o analista da eMarketer Paul Verna.

De fato, o streaming de áudio tem eclipsado o streaming de vídeo, de acordo com a Nielsen. A parcela de áudio em streaming passou de 44% para 54% em um ano. Mas o modelo ainda encontra problemas de divisão de rendimentos, disse Verna.

"Há definitivamente espaço para crescimento simplesmente porque mais e mais consumidores de música estão escolhendo esta maneira de acessar", explicou. "Mas as recompensas em potencial não são enormes ou infinitas, elas estão meio que modestas e já há vários players disputando espaço."

A maioria dos serviços de streaming oferece catálogos e preços similares, e a principal diferença é a interface, disse Verna. Uma diferenciação que a Amazon busca é o controle de voz, via o Echo, um alto-falante inteligente que já está disponível nos EUA.

O Amazon Music Unlimited deve ficar disponível na Alemanha e na Áustria ainda em 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.