1. Usuário
Assine o Estadão
assine


A guitar band gaúcha The Jalmas

Jotabê Medeiros - O Estado de S. Paulo

18 Agosto 2014 | 21h 40

O vocalista, Cidão, acredita piamente que é o Liam Gallagher. Pior é que é bom mesmo. Eles vem de Caçapava do Sul (RS), são divertidos e não entram numas de explicar demais seu som. A guitar band gaúcha The Jalmas (o nome vem de um amigo de Uruguaiana que os inspirou, Djalma) flerta com a bagaceira, um certo ideário bukowskiano de chutar o balde, reverenciar o boteco e viver a vida em alta velocidade – o que nunca é um mau princípio em se tratando de rock’n’roll. "Sua vida é tão confusa que o diabo pode recuar", diz um de seus refrões.

Reprodução
Além de Cidão nos vocais, a banda tem Kiko e Thomas (guitarras), Eduardo Soller (bateria) e Hector Vinicius (baixo)

Cantam em português mesmo. Uma boa dose de senso de humor é o glacê dos seus rocks popificados, como em Sweet Home Uruguaiana (a versão dos pampas de Sweet Home Alabama). Tem referências que não são distantes – mandam bem demais numa cover de Um Lugar do Caralho, de Júpiter Apple. E já têm um diversificado fã-clube pelo Brasil afora. Não andam por aí de mãos vazias, já têm também um bom lote de hits no case: Nesta Merda de Bar, Estes Dias Garota, Eu Sou Bandido, Nas Noites Mais Frias.

Além de Cidão nos vocais, a banda tem Kiko e Thomas (guitarras), Eduardo Soller (bateria) e Hector Vinicius (baixo). Cidão tem cara de bebê Johnson, mas não se enganem com ele: parece que vai se desintegrar no palco. Vale a pena conferir.