Joerg Cartstensen/EFE
Joerg Cartstensen/EFE

Vargas Llosa: o Nobel deve ser para escritores e não para cantores

Escritor peruano, que recebeu o Nobel em 2010, comentou em Berlim a decisão da Academia Sueca de premiar Bob Dylan este ano

EFE

27 Outubro 2016 | 11h01

O escritor peruano Mario Vargas Llosa afirmou que o Prêmio Nobel de Literatura deve ser concedido a escritores e não a cantores, em alusão à decisão da Academia Sueca de premiar Bob Dylan em 2016.

"O Nobel deve ser para uma obra literária de qualidade e reconhecida ou para uma que tenha qualidade e que não seja tão conhecida para que o prêmio a ajude a ter reconhecimento. Deve ser um prêmio para escritores e não para cantores", disse Vargas Llosa nesta quarta-feira, 26, em Berlim, durante o lançamento da edição alemã de seu livro Cinco Esquinas. O autor foi aplaudido no auditório da emissora RBB depois de sua afirmação.

Ao ser perguntado se conhecia as canções de Dylan, o escritor peruano, que recebeu o Nobel em 2010, respondeu afirmativamente e que também gosta das composições do músico, mas afastou a possibilidade de que fossem consideradas poesia cantada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.