Roberto Setton/Estadão
Roberto Setton/Estadão

No Brasil, centenário de Bioy Casares é adiado

Nenhuma edição especial foi feita para marcar os 100 anos do argentino, mas editora prepara obra completa em três volumes

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

13 Setembro 2014 | 03h00

Livro mais conhecido de Bioy Casares, A Invenção de Morel não está disponível nas livrarias brasileiras – e é difícil encontrá-lo até em sebos. A última edição, feita pela Cosac Naify em 2006, está esgotada. Este não é o único exemplo. Autor de uma vasta obra, apenas nove de seus livros estão à venda no País. 

Mas este problema está perto do fim. A Globo Livros, que tem em catálogo três títulos escritos por Casares com o amigo Jorge Luis Borges, lança, em novembro, o primeiro de três volumes que reunirá toda a obra do argentino. No título que marca sua estreia no selo Biblioteca Azul, estarão os livros A Invenção de Morel, Plano de Fuga, A Trama Celeste, As Vésperas de Fausto, O Sonho dos Heróis, História Prodigiosa e Aparatos. Os outros volumes ainda estão em produção.

Entre as obras que o leitor ainda encontra nas livrarias estão O Sonho dos Heróis e Diário da Guerra do Porco (Cosac Naify), A Invenção de Morel em Quadrinhos e Histórias de Amor, na versão pocket (L&PM) e Antologia da Literatura Fantástica (Cosac Naify), organizada por ele, por sua mulher Silvina Ocampo e por Borges.

Mais conteúdo sobre:
Adolfo Bioy Casares Literatura Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.