Lee Jin-man/AP
Lee Jin-man/AP

Man International Booker Prize 2018 anuncia finalistas

O espanhol Antonio Muñoz Molina e a sul-coreana Han Kang concorrem ao prêmio que vai reconhecer o melhor livro traduzido para o inglês e publicado no Reino Unido; vencedor será conhecido dia 22 de maio

New York Times

12 Abril 2018 | 17h44

Dois antigos vencedores estão entre os seis autores cujos livros chegaram à final do Man Booker International Prize. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 12.

O prêmio reconhece obras literárias traduzidas para o inglês e publicadas no Reino Unido. É distinto do Man Booker Prize, que premia obras publicadas originalmente em inglês. 

O valor do prêmio é 50 mil libras - a ser dividido igualmente entre autor e tradutor.

Os finalistas são:

A francesa Virginie Despentes, com Vernon Subutex 1, sobre os altos e baixos de um ex-dono de loja de discos em Paris (traduzido por Frank Wynne)

A sul-coreana Han Kang, com The White Book, centrado na morte da irmã da narradora (traduzido por Deborah Smith).

O húngaro Laszlo Krasznahorkai, autor de The World Goes On, uma coletânea de 21 contos (traduzido por John Batki, Ottilie Mulzet e George Szirtes)

O espanhol Antonio Muñoz Molina, com Like a Fading Shadow, sobre James Earl Ray, que matou Martin Luther King Jr. (traduzido por Camilo A. Ramirez)

O iraquiano Ahmed Saadawi, autor de Frankenstein in Baghdad, em que ele leva o personagem de Mary Shelley para o Iraque pós-invasão dos Estados Unidos

A polonesa Olga Tokarczuk, por Flights, uma meditação filosófica sobre a viagem moderna (traduzido por Jennifer Croft

Entre os seis finalistas, Kang e Smith venceram o prêmio em 2016 por The Vegetarian e Krasznahorkai venceu em 2015, antes de o prêmio mudar o seu formato. A Booker Prize Foundation mudou o foco de sua premiação naquele ano para reconhecer um único livro de ficção traduzido para o inglês e publicado no Reino Unido. Desde 2005, ele vinha sendo outorgado a um autor pelo conjunto da obra.

+++ George Saunders se inspira em presidente dos EUA no livro ‘Lincoln no Limbo’, vencedor do Booker

No ano passado, quem ganhou o Man Booker International Prize foi o israelense David Grossman e a tradutora Jessica Cohen por O Inferno dos Outros.

O vencedor desta edição será anunciado no dia 22 de maio, em cerimônia no Victoria and Albert Museum, em Londres.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.