1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Autor britânico Allan Ahlberg recusa prêmio por ligação com Amazon

MICHAEL RODDY - REUTERS

10 Julho 2014 | 17h 22

O autor britânico de livros infantis Allan Ahlberg recusou um prêmio pelo conjunto da obra ao saber que a honraria é patrocinada pela livraria on-line Amazon que, segundo ele, não paga sua cota apropriada de impostos na Grã-Bretanha.

Ahlberg, famoso por seu livro "The Jolly Postman", escreveu dezenas de livros infantis populares, muitos deles ilustrados por sua falecida mulher, Janet.

Ele deveria ser o primeiro ganhador do prêmio Booktrust Lifetime Achievement Award, oferecido pela instituição de caridade Booktrust, que incentiva a leitura, mas depois que soube do envolvimento da Amazon, decidiu rejeitá-lo.

“Impostos, aplicados justamente a todos nós, são uma coisa boa. Pagam escolas, hospitais – bibliotecas! Quando empresas como a Amazon trapaceiam – pagando 0,1 por cento de bilhões, fingindo que não ganha dinheiro na Grã-Bretanha, mas em Luxemburgo – é uma coisa ruim”, disse Ahlberg em uma carta aberta publicada nesta quinta-feira no site da The Bookseller, revista de negócios da indústria livreira.

“Certamente devemos, no mínimo, dizer que é ruim e de maneira nenhuma lhe oferecer qualquer apoio ou, por associação, credibilidade”, afirmou Ahlberg, de 76 anos.

"A defesa da Amazon é a de que não viola nenhuma lei, mas a Booktrust não podia ter encontrado um patrocinador mais moral? É inaceitável ter o selo da Amazon ligado ao meu ‘conjunto da obra’”, acrescentou.