Academia Sueca quer que Bob Dylan cante na cerimônia de entrega do Nobel

Cantor e compositor quebrou o silêncio sobre a premiação

AFP

31 Outubro 2016 | 10h46

ESTOCOLMO - O cantor norte-americano Bob Dylan deverá se expressar na cerimônia de entrega do Prêmio Nobel de Literatura, seja por meio de um "curto discurso, uma performance, um vídeo ou uma canção", declarou neste fim de semana a secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius.

"Espero que faça o que deseje fazer", disse Danius à rádio pública sueca. Ela conversou com Dylan na terça-feira, 25. A Academia fará "o que puder" para adaptar a celebração ao desejo do cantor e compositor.

Dylan foi "humilde, agradável e divertido" durante a conversa telefônica, disse a secretária permanente. Na sexta-feira, 28, ele rompeu publicamente o silêncio que mantinha desde que havia sido premiado com o Nobel. A cerimônia de entrega será no dia 10 de dezembro.

"A notícia do Nobel me deixou sem palavras", disse o músico, por telefone. "Agradeço muito esta honra".

 

Mais conteúdo sobre:
Bob Dylan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.