1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Virada Cultural traz formação original do RPM e shows de stand-up

Ana Clara Jabur - Estadão.com.br

25 Março 2011 | 12h 02

Maratona de shows, entre 16 e 17 de abril, terá início com Rita Lee e encerramento com Paulinho da Viola

Uma maratona de comédia stand-up no Viaduto do Chá, luta livre em pleno Anhangabaú com atletas mexicanos a encenação de um ópera ao ar livre no Pateo do Collegio são as novidades da Virada Cultural deste ano. O evento, que acontece entre 16 e 17 de abril, traz ao Brasil dezenas de atrações internacionais, entre elas a banda de horror punk Misfits e dos grupos de reggae Skatalites e U-Roy, da Jamaica e Steel Pulse, da Inglaterra.

Veja também:

lista Confira a programação completa

Para dar início à maratona, Rita Lee sobe ao palco Júlio Prestes, às 18h de sábado. Entre outras atrações, estão confirmados Dominguinhos, Erasmo Carlos e Almir Sater. O evento terá misturas inusitadas, como o Sepultura, que toca com a Orquestra Experimental de Repertório na Estação da Luz, às 23h de Sábado. Paulo Miklos, do Titãs, que se apresenta com o Quinteto Branco e Preto, tocando músicas de Noel Rosa ao meio-dia de domingo, no Palco República.

O rock pesado também tem espaço com atrações internacionais como Misfits, P.O.D., Minikiss, Voodoo Zombies e Texas Hippie Coalition. As bandas serão apresentadas por Zé do Caixão, que sobe ao palco Julio Prestes para uma "conjuração satânica", na madrugada de domingo.

No Pateo do Collegio, haverá apresentação da Orquestra Sinfônica Municipal em um experiência inédita para o evento. A rua será palco de uma ópera ao ar livre: Pagliacci (Ruggero Leoncavallo) executada pela sinfônica, Coral Lírico Acrobático Fratelli e Companhia Pia Fraus, com projeções que recriam a ambientação de um teatro.

Com sua formação original, o RPM encerra a Virada Cultural também no Júlio Prestes, às 18h de domingo. No mesmo horário, Paulinho da Viola toca na República com a Orquestra de Cordas de Curitiba. A São Paulo Companhia de Dança se apresenta com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo na Estação da Luz. A última apresentação será a da ópera Pagliacci, que acontece às 19h de domingo no Pateo do Collegio.

Diversidade

A banda Beatles 4Ever vai tocar, no Bulevar São João, todos os álbuns dos Beatles, das 18h de sábado até 16h30 de Domingo. Este ano, a praça princesa Isabel recebe o reggae maranhense com o grupo Diamante Negro entre as atrações. A concentração de sambistas este ano será no Palco República, com shows de Monarco, Riachão e Mart'nalia, entre outros. A série de apresentações de comédia stand-up reúne 28 artistas - entre eles Danilo Gentili, Rafinha Bastos e Marcelo Médici.

Os tradicionais eventos de cosplay e a batalha de sabres de luz continuam no Vale do Anhangabaú. Na programação de cinema, o Cine Windsor exibe uma mostra de filmes de Zé do Caixão. Para os fãs de baladas haverão três pistas com Djs nacionais e internacionais: Ladeira da Memória, Praça Alfredo Issa e Major Sertório. Outra novidade do evento são as dançarinas de pole dance, que se apresentarão em diversos pontos da região central.

Números

Ao todo serão 13 palcos e sete pistas recebendo as atrações do evento, que tem também atrações espalhadas nos CEUs e em unidades do Sesc. A expectativa é de que até 4 milhões de pessoas passem pelo evento. O orçamento é o mesmo de 2010, R$ 8 milhões. Inspirada na Nuit Blanche de Paris, a Virada Cultural acontece anualmente desde 2005, com atrações variadas.