1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Violette Verdy, bailarina e ex-diretora da Ópera de Paris, morre aos 82 anos

- Atualizado: 09 Fevereiro 2016 | 20h 51

Ela foi a primeira mulher a dirigir o balé da Ópera de Paris

A bailarina francesa Violette Verdy, coreógrafa e ex-diretora do balé da Ópera de Paris e de outras importantes companhias, morreu na segunda-feira, 8, aos 82 anos, nos Estados Unidos. O anúncio da instituição só foi feito nesta terça-feira, 9.

Nascida em 1933, Violette Verdy fez seu "début" no Balé do Champs-Elysées de Roland Petit (1945-1948). Depois de uma carreira em grande parte americana - com passagens pelo American Ballet Theatre e New York City Ballet, onde seria "bailarina principal" -, ela se torna, em 1977, a primeira mulher a dirigir o balé da Ópera de Paris, até 1980.

De volta aos EUA, assumiu a direção do Boston Ballet (1980-84) e passou a se dedicar ao ensino no New York City Ballet e em outras companhias. Ela também coreografou seis balés, entre eles Variations, para a Ópera de Paris, e Diverdymento, para a Ecole de Danse.

A bailarina Violette Verdy
A bailarina Violette Verdy

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX