'South Park gay' faz sucesso na TV americana

Animação que retrata vida de casal homossexual foi lançada neste mês em canal a cabo

Adriana Stock, BBC

31 Julho 2007 | 05h31

Uma animação que retrata a vida de um casal de homossexuais está sendo considerada o "South Park" gay nos Estados Unidos.   Assista  A série "Rick & Steve: The Happiest Gay Couple in All the World" (Rick & Steve: O Casal Gay Mais Feliz do Mundo, em tradução livre) foi lançada neste mês pelo canal a cabo Logo, da MTV, cuja programação é voltada a lésbicas, gays, bissexuais e transexuais e chega a 26 milhões de residências. Criada por Q. Allan Brocka, a animação se passa na fictícia praia de West Lahunga, "o mais gay dos guetos gays", onde os personagens Rick, um americano de origem filipina, e Steve, um viciado em musculação, moram em sua "casa fabulosamente decorada". O humor ácido e às vezes sem graça lembra o desenho "South Park", o mais popular entre os telespectadores gays americanos, segundo pesquisa da empresa Simmons Market Research. De acordo com o jornal The New York Times, o novo seriado tem piadas "espertas" baseadas nos estereótipos do mundo gay. "É a maneira que todos os gays soam quando fazem piadas de si mesmo: maldosa, impiedosa e histérica", diz o jornal Washington Blade, voltado a leitores homossexuais. A série começou com Rick e Steve se deparando com um problema - Kirsten, amiga lésbica de Rick, pede que ele a engravide, pois está tendo dificuldade para encontrar doadores de esperma. É o chute inicial para uma série de conflitos, já que Dana, esposa de Kirsten, e Steve são "inimigos imortais". O fator politicamente incorreto também está presente, com piadas sobre Aids. O melhor amigo de Steve é Chuck, HIV positivo, em cadeira de rodas e com um namorado de 19 anos, Evan. Evan é viciado em remédios para emagrecer. Ele e Chuck morrem de medo de ter de sair da cidade onde moram pois temem ser alvo de violência homofóbica.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
gay south park animação MTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.