Sotheby's abre em novembro leilão do 'brilhante perfeito'

Diamante de 84,37 quilates está avaliado entre R$ 24 e 34 milhões

EFE

01 Outubro 2007 | 16h00

Um diamante de 84,37 quilates será leiloado pela Sotheby's, no dia 14 de novembro. Segundo a casa de leilões trata-se da maior pedra preciosa do gênero já posta à venda em um leilão. O diamante está avaliado entre 15 e 20 milhões de francos suíços (R$ 24 e 34 milhões), e passará por várias cidades como Hong Kong, Paris, Nova York Londres e Dubai antes de ser vendido.   Sotheby's destacou que "o corte, o brilho, e a simetria do diamante são perfeitos", e que a pedra ganhou o nome de "color D" pelo Instituto Gemológico da América (GIA), para certificar sua perfeita transparência.   Contudo, esta não é a maior peça do gênero leiloada pela casa. No ano passado, um diamante Donnersmarck foi vendido por 3,44 milhões de euros (R$ 9,78 milhões). A pedra havia sido um presente do príncipe alemão Guido Henckel von Donnersmarck à sua amante que depois se tornou sua mulher, Blanche de Paiva, na década de 1870. Em maio de 1995, a Sotheby's vendeu também um diamante de 100,10 quilates, "Star of the Season" (Estrela da Estação), por 19,8 milhões de francos suíços (R$ 33,8 milhões), uma quantia que nenhuma outra pedra havia conseguido.  

Mais conteúdo sobre:
Sotheby's leilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.