FOX
FOX

Ryan Reynolds, astro de 'Deadpool', se diz chocado com morte de dublê

A polícia de Vancouver confirmou a morte da dublê no set do filme 'Deadpool 2', da 20th Century Fox, mas não deu mais detalhes e não divulgou seu nome

Nicole Mordant e Piya Sinha-Roy, Reuters

15 Agosto 2017 | 10h32

O astro de Deadpool, Ryan Reynolds, disse nesta segunda-feira que os atores e a equipe estavam "chocados e devastados" com a morte de uma dublê em filmagem com uma moto que deu errado em Vancouver.

"Hoje perdemos tragicamente uma integrante da nossa equipe ao filmar Deadpool", disse Reynolds, nativo de Vancouver, em uma mensagem em suas plataformas de mídia social.

A polícia de Vancouver confirmou a morte da dublê no set do filme Deadpool 2, da 20th Century Fox, mas não deu mais detalhes e não divulgou seu nome.

A mídia local informou que a mulher pareceu ter perdido o controle da moto, que saiu do set e atravessou a janela de um prédio do outro lado da rua.

O filme é uma sequência do filme de 2016 Deadpool, estrelado por Reynolds como o super-herói Deadpool, da Marvel.

O estúdio de cinema 20th Century Fox, uma unidade da Twenty-First Century Fox, não disse se a produção foi interrompida. O porta-voz Dan Berger afirmou que o estúdio ficou "profundamente triste com o acidente".

Reynolds disse que o elenco e a equipe estavam "com o coração partido, chocados e devastados ... mas reconhecem que nada pode se aproximar da dor que a família e os entes queridos devem sentir neste momento".

A morte em Deadpool 2 ocorreu um mês depois que um dublê morreu no set da série de televisão da AMC The Walking Dead, em Atlanta. John Bernecker, 33, morreu ao bater a cabeça no chão de concreto depois de cair de uma altura de cerca de 6 metros.

Mais conteúdo sobre:
Ryan Reynolds

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.