Record sofreu mais em Copas passadas

Sem direitos sobre a Copa e chegando a ficar em 4.º lugar no ranking de TV aberta em jogo do Brasil, a Record ostenta um consolo: ao comparar a soma de audiência de todas as partidas da 1.ª fase entre as Copas de 2002, 2006, 2010 e 2014, o saldo atual é positivo. A emissora fez agora 6,7 pontos, ante 1 ponto em 2002, 3,9 pontos em 2006 e 5 pontos em 2010. Realizada de madrugada para nós, a Copa de Japão/Coreia (2002), teve o menor índice de televisores ligados. Com 18,4 pontos agora, a Globo supera os 18,2 pontos de 2010, mas fica aquém dos 26,3 pontos de 2006. Os dados são da Grande São Paulo (1 ponto = 65 mil lares).

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

30 Junho 2014 | 02h05

Quem quer bacalhau? Luciana Gimenez presta tributo a Chacrinha hoje, via RedeTV!, ao lado de João Kléber, que acompanhou o Velho Guerreiro em seus últimos dias, mais os cantores Perlla e Sylvinho Blau Blau, o herdeiro Leleco Barbosa, a ex-chacrete Sueli Pingo de Ouro e um sósia.

Mais Copa. Dados comparativos entre as Copas de 2002 para cá no Ibope apontam que o crescimento da Globo no Painel Nacional de TV supera seu avanço na Grande São Paulo. Dados parciais da 1.ª fase do mundial (sem os quatro últimos jogos) mostram um progresso de 11% (22,1 ponto agora, ante 19,9 em 2010).

Mais e mais Copa. O número de televisores ligados agora, de novo considerando todos os jogos da primeira fase, é maior que o das últimas três Copas. Chega a 52% no PNT, ante 41% durante a Copa da África do Sul, 46% na Copa da Alemanha e 26% no mundial de Japão/Coreia.

Overdose de Copa. Daí porque tem sobrado generosa fatia de audiência para todos, mesmo com mais canais transmitindo o evento.

Tanto tem bola para todos, que Richard Rasmussem, especialista em mundo animal, comentará a partida entre França e Nigéria na Fox Sports 2, hoje, ao lado de Paulinho Arapuan e Maurício Borges.

E os estrangeiros que estão se divertindo no Brasil durante a Copa são alvo de Cazé Peçanha n'A Liga que a Band exibe amanhã.

Na linha do Acumuladores, sucesso do Discovery, o canal Viva põe no ar em julho o reality Obsessivos Compulsivos, ou Hoarders no original. No programa, pessoas com hábito de guardar objetos inúteis, perigosos ou anti-higiênicos sofrem intervenção de psicólogos.

Conexão. A O2 Filmes, produtora de Fernando Meirelles, documentou a comoção de uma comunidade em Água Fria, interior do Piauí, diante da chegada da internet lá.

Conexão 2. A missão da O2 é fruto do projeto Loon, do Google, que visa a conectar dois terços da população mundial, ainda sem acesso à web, por meio de balões na estratosfera, a cerca de 20 Km da Terra.

Mais conteúdo sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.