Quadro achado no lixo pode alcançar US$ 1 mi em leilão

Escritora que encontrou obra roubada há 20 anos receberá parte da venda do quadro

BBC Brasil, BBC

24 Outubro 2007 | 10h30

Um quadro roubado há 20 anos e encontrado no lixo pode ser leiloado por até US$ 1 milhão (cerca de R$ 2 milhões) no mês que vem em Nova York. A pintura Tres Personajes, feita pelo pintor mexicano Rufino Tamayo em 1970, foi roubada de um depósito onde os donos originais a mantinham guardada. Há quatro anos, a pintura foi encontrada em um lixo da rua pela escritora Elizabeth Gibson, quando fazia sua caminhada matinal na luxuosa região do Upper West Side de Manhattan. "Eu fiquei em dúvida. Quase deixei o quadro lá, porque era grande demais. E eu ficava me perguntando: 'por que você está levando isso para o seu apartamento lotado?'", disse Gibson ao jornal americano The New York Times. Segundo ela, o quadro de 96 cm x 129 cm tinha um "estranho poder". Gibson descobriu que o quadro era valioso ao consultar o site do Antiques Roadshow FYI, uma feira itinerante de antiguidades. Ela receberá dos donos originais da pintura uma recompensa de US$ 15 mil (cerca de R$ 30 mil) e de uma porcentagem do valor do leilão - que não foi revelada pelas partes. Ainda não se sabe como a pintura foi parar no lixo. Os donos do quadro - um casal texano de Houston cujos nomes não foram revelados - compraram o quadro por US$ 55 mil (cerca de R$ 110 mil) em um leilão na Sotheby's, em 1977. O quadro foi roubado em 1987. A pintura - considerada um importante registro da fase madura de Tamayo - será leiloada em uma sessão especial de arte latino-americana no dia 20 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.