Paulo Lins, de Cidade de Deus, assina roteiro

Paulo Lins é o corroteirista de Suburbia. Assina o texto em parceria com Luiz Fernando Carvalho. Lins é um nome conhecido do público brasileiro desde o lançamento de Cidade de Deus. Um oceânico romance, ambientado na zona pobre do Rio de Janeiro, com as famílias obrigadas a conviver não apenas com suas dificuldades materiais, mas com os traficantes de drogas que dominam o pedaço. A saga de Busca-Pé, Zé Pequeno, Bené e Cabeleira ganhou fama nacional e internacional com a adaptação de Fernando Meirelles. É, com certeza, o filme brasileiro contemporâneo de maior renome fora do País, uma espécie de referência do gênero que ficou conhecido como "favela-movie". Mas Cidade de Deus não ficou famoso apenas por que ganhou uma extraordinária versão para o cinema. O livro teve repercussão crítica fora do comum. Foi incensado por um ensaísta do porte de Roberto Schwarz, conhecido por seus trabalhos sobre Machado de Assis, Schwarz considerou Cidade de Deus uma densa imersão na realidade brasileira daquele momento. Que ainda é o nosso. / L.Z.O.

O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2012 | 03h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.