Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Os 12 passos para ser uma pessoa pior

Cultura

Divulgação

Os 12 passos para ser uma pessoa pior

Texto de Germano Melo e Michelle Ferreira mostra como vencer as inseguranças e ser mais feliz

0

Carolina Spillari, do Estadão.com.br ,

03 Dezembro 2010 | 17h36

Neste sábado, 03, à meia-noite será a última oportunidade desta temporada para ver Como ser uma pessoa pior, monólogo com Lulu Pavarin, em cartaz no Espaço Parlapatões (Praça Franklin Roosevelt, 158).

 

O que leva uma mulher sozinha e atormentada pela solidão a refletir sobre como faria para ter uma vida diferente a partir de 12 passos?

 

Após uma vida inteira de leitura de livros de autoajuda, ela começa a acreditar que para viver melhor precisa de um pouco de maldade. Amabile, a personagem vivida por Lulu, passa a acreditar que ser menos sensível pode ajudá-la a conviver melhor com o mundo.

 

No palco, o cenário de um apartamento, a atriz está acompanhada de uma samambaia e uma garrafa de uísque. Ela retrataria as mulheres que moram sozinhas de alguma forma?

 

Em um mergulho profundo no seu eu, Amabile cria seu próprio método - os 12 passos para ser uma pessoa pior. Para Lulu, os 12 passos são um estímulo para as mulheres não dependerem dos outros. "Vá lá leve suas amigas, sempre tem alguma delas dependente de homem", convida.

 

"Todos nós temos sorte? Não, alguns de nós têm sorte. Os demais ficam assistindo a sorte dos outros acontecer", argumenta a atriz no monólogo. O texto é de Germano Melo e Michelle Ferreira e a direção é de Mário Bortolloto. O ingresso custa R$ 30 (a entrada inteira).

 

Serviço

Como ser uma pessoa pior

Duração: 39,5 minutos

Onde: Espaço dos Parlapatões - Praça Franklin Roosevelt, 158 (3258 4449)

Quanto: R$ 30 (inteira) pelo Ingresso Rápido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.