EVELSON DE FREITAS/ESTAD?O
EVELSON DE FREITAS/ESTAD?O

Novo Sesc 24 de Maio abre com programação de teatro, música, dança e circo

Fernanda Montenegro faz leitura dramática e Martinho da Vila se reúne com gerações do rap e do samba rock

Leandro Nunes, O Estado de S.Paulo

18 Agosto 2017 | 06h00

Foi ao som de Vamos Fugir e Punk da Periferia que Gilberto Gil iniciou a contagem regressiva para a abertura do novo Sesc 24 de Maio.

O cantor e compositor fez um show online na nova unidade e relembrou sua participação na primeira transmissão ao vivo de música brasileira, em 1996. “Não havia as facilidades de hoje, mas recebemos contato de pessoas do Japão, da Holanda e de outros lugares.”

Com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, a unidade que fica na esquina da Rua Dom José de Barros e a poucos metros do Teatro Municipal, da Galeria do Rock, Praça das Artes e Viaduto do Chá abre suas portas para o público neste sábado, 19, às 10h, e realiza uma cerimônia especial para convidados, às 11h, no teatro. 

Um dos destaques da programação, Fernanda Montenegro realiza leitura de Nelson Rodrigues por Ele Mesmo, obra organizada pela filha do dramaturgo, Sonia Rodrigues, que traz uma compilação de crônicas e entrevistas do autor carioca. O projeto, que estreou na edição deste ano do Festival de Curitiba, tem direção da própria atriz e resgata, além dos textos do autor, memórias dos seus anos de convivência com Rodrigues. A leitura é realizada no sábado, às 19h, e domingo, às 17h, no teatro que tem capacidade para 216 lugares. 

Além do teatro, o prédio abriga uma praça, aberta entre as duas esquinas, pavimentos para administração, convivência, restaurante, sala de leitura, exposições, oficinas e odontologia (veja no infográfico ao lado). Nos andares superiores há espaços voltados para práticas esportivas, que incluem parede de escalada e aparelhos para ginásticas artística e acrobática, um jardim da piscina com espelhos d’água e um café. 

LEIA MAIS: Projetado por Paulo Mendes da Rocha, novo Sesc 24 de Maio já tem data de inauguração

Na cobertura fica a esperada piscina com capacidade para 400 pessoas e que, mesmo com um sistema de aquecimento, vai depender de uma virada no tempo para ser apreciada neste inverno chuvoso. Em entrevista concedida na primeira visita aberta à imprensa na unidade, o arquiteto explicou que, para instalar o desejado tanque de 25 x 25 m, foi preciso demolir uma antiga cúpula da Mesbla e colocar quatro pilares como suporte. “O prédio já tinha algumas colunas, mas não havia como amparar uma piscina nessa altura”, disse Mendes. Ao lado do tanque, há um prédio anexo com banheiros e vestiários. O topo é coberto por painéis solares para fornecimento de energia.

De volta ao teatro, a programação musical nesse espaço será aberta na quarta, 23, com show de Zélia Duncan, às 21h. Ela faz mais duas apresentações nos dias 24 e 25. É preciso consultar se há ingressos disponíveis nas demais unidades do Sesc, pois as bilheterias do 24 de Maio ainda não estão funcionando. No show, Zélia traz entre suas composições Alma, Catedral, Lá Vou Eu e Nos Lençóis Desse Reggae. 

Mas não é só dentro da unidade que tem atração. No entorno do novo Sesc, haverá shows e intervenções para convidar o público a adentrar as instalações. No domingo, 20, o sambista Martinho da Vila recebe Tereza Gama e Marco Matolli, integrantes do Clube do Balanço, e ao lado do rapper Rashid apresentam o Martinho Rap Samba Rock, uma mistura de estilos e gerações.

No sábado e domingo, em diversos horários, um grupo de 18 artistas de rua vai passar por endereços do centro, apresentando um repertório que passeia por ritmos como baião, forró, xote e marchas, além de emboladas e repentes. O cortejo sairá da Praça do Patriarca. Quem toma um rumo semelhante é a Fanfarra Paulista, banda itinerante composta por instrumentos de sopro e percussão. Partindo do Teatro Municipal, o grupo percorre as ruas próximas executando canções que têm a cara de São Paulo, como Sampa, do Caetano Veloso, Ronda, de Paulo Vanzolini, e São Paulo, São Paulo, do Premeditando o Breque, antiga banda formada em 1976, por estudantes da USP.

Principais atrações

Teatro

‘Nelson Rodrigues Por Ele Mesmo’, com Fernanda Montenegro. A atriz faz leitura dramática do livro, uma compilação de crônicas e entrevistas do dramaturgo. Sáb. (19/8), 19h, dom. 

(20/8) 16h.

  

Intervenção 

‘Realidades Utópicas.’ Intervenções poéticas concebidas com personagens criados a partir dos tipos sociais presentes no centro de São Paulo.

Sáb. (19/8), dom. (20/8), 10h. 

 

Show

Zélia Duncan. A cantora apresenta composições e canções de seu repertório. Qua. (23/8), qui. (24), sex. (25), 16h.  

Dança

Balé da Cidade. A companhia apresenta a coreografia ‘Distant Closeness’. Sáb. (19/8), 16h. 

Show

‘Martinho Rap Samba Rock.’ Reunião do sambista Martinho da Vila, com Tereza Gama e Marco Mattoli e o rapper Rashid. Dom. (20/8), 17h. 

  

Intervenções musicais

Cortejo com músicos de rua. Grupo de artistas de rua percorre o centro com um repertório que mistura ritmos como baião, forró, xote. Sáb. (19/8), 16h, dom. (20/8), 11h.

 

Circo 

‘Circo Em (Cena).’ Vinte artistas circenses vão percorrer os arredores do Sesc e interagir com o público. Sáb. (19/8), dom. (20/8), 9h30. 

 

Artes Visuais

‘São Paulo Não É Uma Cidade.’ A exposição faz leitura da metrópole sobre a ideia de arte e arquitetura. Sáb. (19/8), 10h.

Literatura 

‘Canto de Vida e Obra – Conceito Evaristo.’ A trajetória e a produção literária da escritora e ensaísta mineira Conceição Evaristo, com poemas e contos que empoderam as mulheres. Sáb. (19/8), 15h. 

Dança

‘Cupinzeiro.’ Nove artistas se aglutinam e formam uma escultura viva de corpos amontoados, como um cupinzeiro que vai crescendo. Dom. (20/8), 16h. 

 

Cinema 

‘Cine Piano – Comédias Silenciosas.’ Filmes estrelados por Charles Chaplin e Buster Keaton são projetados numa tela de cinema, enquanto as trilhas sonoras são interpretadas ao vivo, como se fazia nos tempos do cinema mudo. Com o pianista e compositor Tony Berchmans. Dom. (20/8), 13h. 

 

Mais conteúdo sobre:
Gilberto Gil Sesc 24 de Maio Zelia Duncan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.