Novo Mo Yan causa furor na China

O público chinês respondeu com furor ao novo trabalho do Nobel de Literatura Mo Yan, uma coleção de três obras lançada com antecipação para aproveitar a "Mo-mania", como a imprensa chinesa batizou o fenômeno. As primeiras cem cópias de Our Jing Ke desapareceram ontem em um piscar de olhos das estantes de uma livraria de Pequim, enquanto pelo menos 200 mil estão sendo impressas, além de 5 mil pedidos feitos online pela internet. "Depois que Mo ganhou o Nobel, vendemos mais de mil livros por dia", disse a Beijing Genuine e Profound Culture Development, editora responsável pelos livros. / EFE

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.