1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Neuzinha Brizola morre aos 56 anos no Rio

Estadão.com.br - com informações da Central de Notícias

27 Abril 2011 | 17h 34

Filha do ex-governador do Rio, Leonel Brizola teve complicações decorrentes de hepatite

Morreu na tarde desta quarta-feira, 27, no Rio, Neusa Maria Goulart Brizola, de 56 anos, filha do ex-governador do Rio, Leonel Brizola (1922 - 2004).

Neusinha, como era conhecida, morreu por volta das 15h30, por complicações pulmonares decorrentes de uma hepatite C, na Clínica São Vicente, na Gávea, zona sul do Rio, onde estava internada desde domingo, 24.

Ela deixa dois filhos, Laila e Paulo Cesar, e quatro netos. Segundo assessores, o corpo será velado no Rio de Janeiro e deve seguir para o município de São Borja, no Rio Grande do Sul, onde será enterrado. Os horários do velório e enterro não foram divulgados.

O deputado federal Brizola Neto (PDT) anunciou a morte da tia em sua página pessoal na internet. "Neusinha, que com todos os desentendimentos que a imprensa sempre explorou, foi sempre objeto de um carinho especial de meus avôs e será sepultada ao lado deles em São Borja", afirmou em seu blog.

O estilo de Neuzinha ganhou destaque no primeiro mandato de Brizola no governo do Rio, entre 1983 e 1987. Chegou a se lançar como cantora e teve como sucesso a música Mintchura em 1983, tendo Paulo Coelho como produtor. Na época, tinha desentendimentos públicos com o pai por causa de seu envolvimento com drogas. Posou nua para a revista Playboy, que teve a circulação proibida por Brizola.