Na TV paga, Brad Pitt em Nada É Para Sempre

Astro que brilhou no 60.º Festival de Cannes protagoniza filme que passa no P+A

Agencia Estado

07 Junho 2012 | 03h38

Brad Pitt foi o astro de maior evidência no 60.º Festival de Cannes deste ano, com dois filmes na seleção oficial - ele apenas produziu A Mighty Heart, de Michael Winterbottom, para a interpretação de sua mulher, Angelina Jolie; o caso de Treze Homens e Um Segredo é diferente porque, no novo filme de Steven Soderbergh, Pitt divide a cena com George Clooney e Matt Damon. O tapete vermelho do trio provocou, na Croisette, um tumulto comparável ao das visitas que Madonna e Lady Di fizeram ao maior festival de cinema do mundo. Pitt foi comparado a James Dean - e usava aquele cinto com as iniciais JD - em Thelma & Louise, de Ridley Scott. Os críticos também diziam que ele era o novo Robert Redford. O próprio co-astro de Butch Cassidy deve ter se concientizado disso, pois chamou Brad Pitt para o elenco de Nada É Para Sempre, às 15h30 e às 23 horas, no canal P+A. A história trata desse pastor que usa a pescaria para dar lições de vida aos filhos. Quando os garotos crescem e tomam rumos diversos na vida, a pesca termina sendo o único elo a ligar a família. Pitt faz o filho rebelde e o filme, lento e delicado, foi fotografado em Montana por Philippe Rousselot, que ganhou o Oscar, em 1992. É muito bonito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.