Masp exibe restauração de quadro do francês Poussin

Trabalho de restauração da tela, pintada entre 1634 e 1638, foi realizado com equipes dos dois países

AE, Agencia Estado

09 Setembro 2009 | 11h42

O Museu de Arte de São Paulo (Masp) inaugura mostra que apresenta o quadro Hymeneus Travestido Assistindo a uma Dança em Honra a Príapo, pintado entre 1634 e 1638 pelo francês Nicolas Poussin (1594-1665) e que passou por vasto processo de restauração ao longo deste ano. A obra volta agora a integrar o segmento A Arte do Mito da exposição com peças da coleção do museu, sem data para terminar. Ao lado dela estão imagens e vídeos que contam sobre a restauração - depois será lançado catálogo e documentário sobre o trabalho, que consumiu 200 mil.

 

Hymeneus Travestido Assistindo a uma Dança em Honra a Príapo foi pintado entre 1634 e 1638 pelo francês Nicolas Poussin (1594-1665). Foto: JB Neto/AE

Desde janeiro, o quadro de Poussin foi totalmente restaurado, ação que contou com equipes dos dois países, mas, principalmente, pelas mãos da restauradora brasileira Regina Costa Pinto Moreira, profissional contratada do Museu do Louvre de Paris. Ela vive na França desde a década de 1970 e já realizou restauros para diversas instituições europeias. Regina ficou em São Paulo durante meses trabalhando sobre as várias camadas de repintes e vernizes que encobriam o quadro, também reentelado por profissionais franceses. "Dois terços da obra estavam repintados", afirmou Regina. A grande surpresa do processo foi a aparição de um falo ereto na figura central do quadro, o deus Príapo, da fecundidade e dos jardins, que sofreu, em séculos anteriores, "repinte de pudor". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Poussin: Restauração. Masp. Av. Paulista, 1.578. Tel. (011) 3251-5644. 11 h/18 h (5.ª, 11 h/20 h; fecha 2.ª). R$ 15 (3.ª, grátis).

Mais conteúdo sobre:
exposição Masp Poussin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.