Reuters
Reuters

Lindsay Lohan finaliza trabalhos comunitários impostos após acidente

Atriz tem trabalhado com crianças do bairro nova-iorquino do Brooklyn

AFP

28 Maio 2015 | 10h59

A atriz Lindsay Lohan finalizou os trabalhos comunitários impostos por um juiz depois de se envolver em um acidente de carro há três anos. A ex-estrela da Disney, 28, foi sentenciada em março de 2013 a cumprir 240 horas de serviços comunitários por direção perigosa e mentir para a polícia depois do acidente no qual se envolveu em 8 de junho de 2012 em Santa Monica (oeste de Los Angeles).

Lohan disse que estava no banco do carona quando o Porsche em que estava bateu, mas a investigação determinou que era ela quem dirigia no momento do acidente. A justiça americana também a sentenciou a 90 dias de internação em um centro de reabilitação e a fazer um tratamento psiquiátrico durante 18 dos 24 meses de sua liberdade condicional.

Mas o procurador-adjunto de Santa Monica, Terry White, questionou em fevereiro o cumprimento da sentença pela atriz e por isso decidiu adicionar outras 125 horas de trabalhos comunitários e estender sua condicional até 28 de maio. "Acho que (Lohan) concluiu com sucesso suas obrigações comunitárias, impostas pela corte", disse White nesta quarta-feira.

A atriz tem trabalhado com crianças do bairro nova-iorquino do Brooklyn, conforme fotos que ela tem postado nas redes sociais nas últimas semanas. Lohan ficou mais conhecida pelos problemas com as drogas e por suas passagens pela prisão do que por seu trabalho. Quando criança, ela iniciou uma promissora carreira no cinema, após atuar em produções como Operação Cupido e Meninas Malvadas.

Mais conteúdo sobre:
Lindsay Lohan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.