Legados & relegados

Ô, raça!

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

17 Junho 2014 | 02h07

Não é só o Messi, não! O que tinha

de argentino vomitando ontem de

madrugada nas sarjetas de

Copacabana, francamente, deve

estar no DNA deles!

Que Copa é essa?

Os pessimistas estão arrasados! Até Suíça x Equador virou jogo emocionante nesta Copa. Assim não dá!

Não era esse o combinado!

Feitiçaria

Desde que comeu aquela banana em campo, Daniel Alves não está jogando nada! Três pais de santo trabalham para desfazer o feitiço.

Mal comparando

Tem gente criticando injustamente o desempenho de Ronaldo Fenômeno como comentarista da Copa na

TV Globo. O Roberto Carlos é

muito pior!

Corpus Chico

A coincidência de datas com Corpus Christi frustrou a intenção do prefeito Eduardo Paes de decretar feriado no Rio na quinta-feira, dia 19, em virtude dos 70 anos do

Chico Buarque.

King Kong

Gary Lewin é, até o momento, o maior mico desta Copa!

O fisioterapeuta da Inglaterra

tornou-se muito provavelmente o primeiro na sua especialidade a

deixar o campo de maca,

contundido sob uma pilha de

jogadores que comemoravam o

gol de Sturridge contra a Itália.

Ressaca carioca

Invasão de torcedor argentino

é pior que frente fria de mesma

procedência!

Embora hoje em dia a gente associe muito mais 'o português' a Cristiano Ronaldo, a língua também é fogo! Por que diabos, por exemplo, 'legado' é uma coisa boa e 'relegado' um troço desprezível? Diferenças de significado à parte, esta Copa está mostrando que o legado leva tempo para ser percebido, o relegado se identifica de imediato.

O nosso juiz japonês, a nossa presidente e o centroavante sergipano da seleção da Espanha - o mascote Fuleco é hors-concours neste quesito - são até agora os mais notórios relegados pelo torcedor no sentido bitransitivo da expressão de desdém. Dos três, Diego Costa foi o mais vaiado em estádio, com o agravante transitivo direto do desejo manifesto pelo público de expatriá-lo.

Mas é cedo ainda para cantar derrota! A competição está só começando e ainda vão decerto aparecer outros personagens que as arquibancadas gostariam de mandar para outro lugar. Periga, no final, ser uma Copa com mais relegados do que legados, mas isso só o tempo dirá.

Mais conteúdo sobre:
Tutty Vasques

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.