Imagens de traseiros ganham mostra em Madri

Exposição revela a visão de grandes artistas sobre 'uma das partes mais admiradas da anatomia humana'

BBC,

03 Outubro 2007 | 09h09

Os traseiros viraram arte na Espanha. Uma exposição em Madri mostra, em 67 fotografias, a visão que grandes artistas internacionais têm de uma das partes mais admiradas da anatomia humana.   Veja também: Fotos da exposição 'Ocultos'    Há nádegas sedutoras, vulgares, simpáticas e eróticas. Há também as flácidas e em curvas generosas, como as de Marylin Monroe e Jennifer López, ou de prostitutas das ruas de Barcelona e de Paris nos anos 50.   São retratos sem face na maioria dos casos. Daí o nome da exposição: "Ocultos", organizada pela espanhola Fundação Canal, que será aberta ao público a partir do próximo dia 3.   Nas fotos de Robert Capa e Henry Cartier Bresson, os traseiros prestam tributo à mulheres anônimas. Prostitutas mostram corpos descuidados, em imagens eróticas e melancólicas. Diante das lentes de Eve Arnold, Marylin Monroe (de corpo inteiro) surge nua com um roupão caído sobre uma cadeira. O mais famoso de todos os traseiros da mostra.   Para Salvador Dalí, a nudez feminina se traduz em outras formas da anatomia humana. Corpos amontoados compõem um balé em movimento.   Mas há também fotografias onde a nudez é mais natural, como as das tribos indígenas. Ou menos evidente. Como as de torsos masculinos e femininos em biquíni.   Segundo a Fundação Canal, a mostra é a primeira dedicada exclusivamente aos traseiros. As fotografias selecionadas foram feitas do início do século 20 até os dias de hoje. A exposição ficará em cartaz em Madri até o dia 6 de janeiro de 2008, na sede da Fundação.

Mais conteúdo sobre:
Traseiro Exposição Fotografia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.