Helen Sloan/HBO
Helen Sloan/HBO

HBO sofre ataque virtual e hackers ameaçam divulgar roteiro de 'Game of Thrones'

A companhia confirma o ataque, mas não informa o que, exatamente, foi roubado

O Estado de S.Paulo

31 Julho 2017 | 14h05

O serviço de TV por assinatura norte-americana HBO confirmou nesta segunda-feira, 31, que sofreu um ataque virtual e teve conteúdo roubado e publicado na internet. A confirmação foi feita em meio de nota para a revista Entertainment Weekly

De acordo com a publicação, os hackers afirmam ter roubado cerca de 1,5 terabytes em dados, o que inclui episódios de séries como Ballers e Room 104, que já podem ser encontrados online, além do suposto roteiro do próximo episódio de Game of Thrones, intitulado The Spoils of War

A empresa confirma o ataque virtual, mas não informa quais materiais foram roubadas. "A HBO recentemente vivenciou um ataque cibernético, o que resultou no comprometimento de informações privadas", informou por meio de comunicado à imprensa dos EUA. "Imediatamente começamos a investigar o incidente e estamos trabalhando com a ajuda da lei e de empresar de segurança virtual."

No comunicado, a HBO assegurou tambpem o seu compromisso de proteger os dados. "A proteção de dados é a maior prioridade para a HBO e nós levamos a sério nossa responsabilidade de proteger os dados que possuímos." 

Segundo a Entertaiment Weekly, os hackers ameaçam vazar ainda mais conteúdos da HBO "em breve". 

Ataques vituais contra empresas de Hollywood não são novidade. O maior já registrado foi contra a Sony, em 2014, quando 100 terabytes de dados foram disponibilizados online por hackers. Recentemente, o serviço de streaming Netflix também sofreu ataques, com a quinta temporada de Orange Is The New Black sendo inteiramente vazada na internet. A própria HBO, aliás, já havia sofrido ataques no passado, quando quatro episódios da quinta temporada surgiram na internet antes mesmo da estreia. 

Mais conteúdo sobre:
internet

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.