Governo extingue Sinfônica do Irã

Músicos da Orquestra Sinfônica do Irã disseram ontem à agência de notícias ILNA que foram comunicados da decisão do governo de acabar com o grupo. Segundo eles, salários não são pagos há três meses e os ensaios foram suspensos, sem previsão de reinício. Não é a primeira crise pela qual passa a sinfônica, que havia voltado à ativa no ano passado, após dois anos de suspensão das atividades. Os artistas atribuem a decisão à falta de verbas provocada pela crise econômica, fruto, segundo eles, de decisões equivocadas do governo e do aprofundamento das sanções impostas pelo Ocidente por conta do programa nuclear do país. / AP

O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2012 | 02h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.