Gisele é uma das 100 estrelas mais poderosas do mundo

Modelo e jogador Ronaldinho Gaúcho são únicos brasileiros que figuram no ranking da revista Forbes; apresentadora Oprah Winfrey fica com o 1.º lugar

Agencia Estado

19 Junho 2007 | 11h06

A apresentadora de TV Oprah Winfrey substituiu Tom Cruise no posto de celebridade mais poderosa do mundo, segundo a lista anual da revista Forbes com as 100 estrelas mais influentes do mundo. Além de Oprah, o jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho figura no ranking, em 31.º lugar, e a top Gisele Bündchen aparece em 53.º - os únicos brasileiros da lista. O golfista Tiger Woods ficou em segundo lugar, uma posição à frente da cantora Madonna. A lista leva em conta o faturamento dos astros e sua presença em jornais, na TV e na web. Oprah subiu duas posições na nona edição da lista, divulgada na quinta-feira, 14, em grande parte graças ao faturamento de US$ 260 milhões por meio de vários órgãos da mídia. Woods ascendeu do quinto posto, mas ganhou menos que a metade da líder, "apenas" US$ 100 milhões nos últimos 12 meses. Lea Goldman, editora da lista, não se surpreendeu com o domínio da apresentadora. "Ela é uma perene ´top five´.Só com base em seus ganhos ela normalmente já chega lá", disse Lea. Paris sai da lista Madonna no ano passado nem constava entre as 100 mais, no entanto conseguiu o terceiro lugar por se tornar a artista mulher que mais arrecadou na história, com a turnê Confessions, e pelo noticiário gerado pelo fato de ela ter adotado um menino do Maláui, país africano. Em um ano, ela faturou US$ 72 milhões. Os Rollings Stones, depois de ganharem US$ 88 milhões no ano, segundo a Forbes, caíram do segundo para o quarto lugar. Quem se deu mal neste ano foi Paris Hilton, herdeira da rede de hotéis Hilton - atualmente cumprindo pena de 23 dias em uma prisão em Los Angeles, por ter dirigido com licença suspensa -, que saiu da lista depois de aparecer nela três anos consecutivos. Ficaram de fora também suas companheiras de festanças Lindsay Lohan (já ausente em 2006) e Britney Spears (última inclusão em 2002). Tom Cruise "Olhamos as celebridades como marcas, e quando se fala nessas meninas, estamos falando em um valor de marca diminuído", disse Lea. "Não basta ser manchete, e não basta embolsar um cheque - é preciso ter ambos", disse ela. Cruise despencou da liderança para o oitavo lugar neste ano, embora tenha mostrado força em um acordo com a Metro-Goldwyn-Mayer para ressuscitar o estúdio United Artistas, apenas meses depois de seu rompimento com a Paramount Pictures. Em relação à lista do ano passado, Ronaldinho passa da 53.ª para a 31.ª posição, tendo faturado US$ 31 milhões desde 2006 e sendo a terceira personalidade mais presente na internet. Gisele Bündchen sobe da 71.ª para a 53,ª, depois de embolsar US$ 33 milhões no ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.