1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Gays

Fábio Porchat

Uma das piores justificativas modernas para mim é: aceito os gays, desde que eles não se beijem em público. Tem criança na rua. Ou seja, a pessoa tenta tirar o preconceito das próprias costas e joga a culpa na “moral e nos bons costumes”. Por ela, tudo bem, mas tadinhas das criancinhas...

A pergunta que me fica é qual o problema de uma criança ver dois homens se beijando, ver duas mulheres abraçadas, andando na rua? No que isso vai prejudicar a criança? Na minha visão, isso só prejudica uma pessoa: o homofóbico. Temos que lembrar que homofóbico não é só quem espanca alguém por conta de sua orientação sexual, homofóbico é também aquele que ofende, ignora, prejudica, que ri e aponta, prefere não se misturar, não gosta de conversar com, que não quer que seus filhos convivam com, que fala mal pros amigos...

Tento entrar na cabeça maluca de uma pessoa dessas para entender o que ela acha que realmente vai acontecer com as crianças que virem um casal gay dando um selinho. As crianças vão virar gays, automaticamente? Engraçado, quando vejo dois homens se beijando, não penso que então deveria beijar outro homem. Mas as crianças provavelmente vão todas virar gays e sair transando com coleguinhas de 8 anos porque, afinal de contas, é isso que gays fazem, transam. Porque heteros não transam, né? Os gays é que são um poço de erotismo, sensualidade e devassidão. Não dá para olhar para um gay e não ter vontade de sair por aí abrindo braguilhas alheias. E indo mais fundo, e daí se o seu filho for gay? O que vai acontecer? Nada. Ele, quando for mais velho, como qualquer pessoa com qualquer opção sexual, vai transar com alguém. E os dois (Ou seja lá quantos) vão ser felizes porque gozaram. (Espero eu.)

O argumento de que o mundo será mais difícil para ele porque é difícil ser gay, é quase como o ovo ou a galinha. Será mais difícil para ele porque você acha que vai ser mais difícil e porque, na verdade, é difícil para você aceitar. Se todo mundo que conhece algum gay aceitasse numa boa, não seria difícil para mais ninguém.

Nunca ficou claro para mim porque o fato de duas pessoas do mesmo sexo transarem interfere na vida de uma terceira pessoa. A humanidade iria acabar, será esse o medo desses heteros? Eles estão lutando para que a espécie humana não entre em extinção, seria isso? Se quer salvar a humanidade, seria melhor se preocupar mais com o que o agronegócio tem feito para o meio ambiente do que como as pessoas preferem transar.

Mais em CulturaX