Feira do Livro de Frankfurt bate recorde histórico

Participam 7,3 mil expositores de 110 países; Brasil é representado por 37 editoras.

Marcelo Crescenti, BBC

10 Outubro 2007 | 06h45

A Feira do Livro de Frankfurt será inaugurada oficialmente nesta terça-feira com um número recorde de expositores. A feira em Frankfurt é o maior evento do setor editorial no mundo e conta neste ano com 7,3 mil expositores de 110 países - um recorde histórico. Cerca de 400 mil novos livros serão expostos em Frankfurt, que por cinco dias se torna o centro mundial de compra e vendas de direitos autorais. A feira deve movimentar cerca de um bilhão de euros em negócios e atrair cerca de 250 mil visitantes. Cerca de mil escritores estão sendo aguardados em Frankfurt - entre eles Umberto Eco, Fay Weldon, Zeruya Shalev e Richard Dawkins. Mais de 2,5 mil eventos literários como premiações, debates e leituras públicas deverão ocorrer durante a feira, que neste ano homenageia a literatura da Catalunha. O Brasil também está presente com um estande de 120 metros quadrados organizado pela Câmara Brasileira do Livro. Trinta e sete editoras brasileiras enviaram cerca de 1,3 mil títulos que ficam expostos em um estande conjunto no pavilhão número 5. Com 170 mil metros quadrados de área de exposição, a feira está chegando a limite de sua capacidade. Um novo pavilhão deverá estar à disposição a partir de 2009. Apesar de cada vez mais livros serem impressos no mundo, as editoras estão preocupadas com a concorrência da internet e de outros meios de comunicação. Uma enquete feita pela feira do livro entre empresas de todo o mundo mostra que a pirataria e a quebra de direitos autorais também são problemas que preocupam o setor. Das editoras entrevistadas, 23% acham que as livrarias deixarão de existir nas próximas décadas, mas só 11% acreditam que livros impressos estarão extintos daqui a 50 anos. A Feira do Livro de Frankfurt vai até o dia 14 de outubro de 2007. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.