Divulgada primeira foto do novo ´Indiana Jones´

Imagem do astro Harrison Ford foi clicada pelo diretor da série, Steven Spielberg

Agencia Estado

07 Junho 2025 | 16h20

A primeira foto da locação do novo filme da série Indiana Jones foi divulgada, com o início das filmagens do quarto filme da série do arqueólogo aventureiro. A fotografia foi tirada pelo diretor americano Steven Spielberg, e mostra o astro do filme, Harrison Ford, usando o tradicional chapéu do personagem pela primeira vez nos últimos 18 anos. A trilogia original de Indiana Jones, uma homenagem aos filmes baratos de matinê do passado, arrecadou mais de US$ 1,1 bilhão em bilheteria na década de 80. O quarto filme da série, que conta ainda com a participação do ator britânico John Hurt, deverá estrear no dia 22 de maio de 2008. O elenco inclui ainda Cate Blanchett, Ray Winstone, Jim Broadbent e Shia LeBeouf, que poderia fazer o papel do filho do personagem Indiana Jones. Não foram divulgados mais detalhes sobre o filme - nem mesmo o título, mas a trama deverá se desenvolver na década de 50. Anos de rumores As aventuras do arqueólogo começaram em 1981, com o filme Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida, quando ele viajou pelo mundo em busca da Arca Sagrada na qual Moisés teria guardado as tábuas dos Dez Mandamentos. Ela estava em vias de cair nas mãos dos nazistas. Depois se seguiram os filmes Indiana Jones e o Templo da Perdição e Indiana Jones e a Última Cruzada. Rumores de uma quarta dose da saga circularam por muitos anos, antes que o filme fosse finalmente anunciado, em dezembro de 2006. "Estou encantado em estar de volta neste negócio com meus velhos amigos", disse Harrison Ford em meados deste ano. "Eu não sei se as calças ainda vão me servir, mas eu sei que o chapéu vai." A produtora LucasFilm anunciou recentemente que Sean Connery - que fez o papel do pai de Indiana Jones no terceiro filme - não vai reviver o personagem desta vez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.