Claudia Leitte de olho no exterior

Fazer sucesso no mercado internacional é uma das metas de Claudia Leitte em sua nova fase profissional. Já que o sertanejo universitário escancarou as portas do exterior com seus hits chicletes, ela se uniu à produtora XYZ Live para tentar o mesmo feito além do solo tupiniquim. "Sou fluente em inglês e espanhol. Gosto de cantar em outras línguas e de me comunicar. Acho que para mim, como artista, é muito importante expandir meu trabalho", disse a cantora ao Estado.

GABRIEL PERLINE, O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2012 | 03h09

Bazinho Ferraz, presidente da XYZ, tem a carreira internacional de Claudia como prioridade nos projetos a serem desenvolvidos. "É o principal objetivo. Queremos levá-la para uma turnê na América Latina e Europa", garantiu. "Mas tudo ao seu tempo, né?", completou a cantora, que pretende se dedicar ao filho recém-nascido, Rafael.

A passos lentos, ela já vem se preparando para isso. Em 2011, durante a final do Miss Universo, realizado no Brasil, apresentou a música Locomotion Batucada, cantada em inglês e espanhol. A experiência foi aprovada pelos fãs e a canção entrou em Negalora Íntimo, álbum lançado em agosto.

Mais axé. Se no atual CD a batida carnavalesca ficou em segundo plano, o próximo faz as pazes com o ritmo. Largadinho, música presente nas rádios do gênero, é a aposta de hit para o verão e carro-chefe do novo trabalho. "Sou uma cantora de axé, do carnaval, enérgica. Mas dentro de mim mora uma mulher romântica e senti uma necessidade de colocar isso para fora. Nasceu de um desejo pessoal e acabou tomando conta da minha vida, num momento que foi propício, com a minha gravidez. Eu estava à flor da pele. Negalora foi mais pessoal, invasivo. Largadinho está na outra vertente, com um lado mais performático", disse Claudia.

Apesar de ser mãe pela segunda vez, Claudia não faz planos de diminuir o ritmo de trabalho, muito menos abandonar a folia dos trios elétricos. "A maternidade me deixou mais madura e leve. Conciliar música e vida pessoal requer fôlego. Gosto de administrar minha rotina e fazer mil coisas ao mesmo tempo. Ser mãe me fez mais responsável e tranquila para lidar com tudo que tem acontecido."

Além das novidades musicais, Claudia também se divide com a rotina do The Voice Brasil. "Sempre me coloco no lugar dos candidatos, porque já fui rejeitada no início da carreira. Mas aquilo é um jogo e a gente precisa se divertir. Quem souber aproveitar a oportunidade sairá vencedor."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.