Cantora cubana Yusa volta a SP para mostrar novo disco

A cantora, guitarrista e baixista cubana Yusa esteve em São Paulo em agosto para um único e bem-sucedido show no Sesc Pompéia. Yusa expandiu sua voz acompanhada apenas de seu violão e da percussão de Bruno Buarque dos Barbatuques. Agora, ela está de volta, mais uma vez trazida pelo Centro Cultural da Espanha em São Paulo. Mixando o novo CD no Rio, com produção de Alê Siqueira, ela toma a ponte aérea para se apresentar amanhã, a partir da meia-noite, no Centro Cultural São Paulo, com entrada franca. Na companhia de outra percussionista, Simone Soul, desta vez Yusa vai apresentar algumas canções que estarão no novo álbum (ainda sem nome) e mantém no roteiro canções dos anteriores - Yusa (2001) e Breathe (2004) - como Una Vaca y Una Foca, De Colores, Del Miedo, Naufragio. O som da cantora é fincado na tradição cubana e tem influências da música brasileira, que ouviu desde pequena, além de jazz, rock e música erudita. ''Eu me identifico com tudo o que me parece bom e posso afirmar que quase todo músico cubano tem uma boa coleção de música brasileira. Então volto a ouvir essas coisas e naturalmente elas me influenciam'', diz. Duas facetas do trabalho de Yusa já tinham chegado ao público brasileiro em CD e DVD. Uma faixa-solo, com uma pegada de bossa, e duas do projeto Interactivo, do qual ela participa, foram incluídas na compilação de hip-hop Cuba 21, lançada no País em 2004. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LAURO LISBOA GARCIA, Agencia Estado

26 Outubro 2007 | 12h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.