Reprodução
Reprodução

Calvin vira trending topic do Twitter ao completar 25 anos

A dupla Calvin & Haroldo, criada pelo americano Bill Watterson, completou 25 anos

Estadão.com.br

18 Novembro 2010 | 21h14

Humor e ironia talvez sejam os atributos que melhor definam a história de um dos personagens mais famosos da história dos quadrinhos. A dupla Calvin & Haroldo, criada pelo americano Bill Watterson, completou 25 anos nesta quinta-feira, 18. Os fãs fizeram com que o garoto virasse uma das hashtags mais comentadas do dia no Twitter (#Calvin25Anos) entre usuários brasileiros.

Com histórias publicadas em quase 2.500 jornais de diferentes países, as populares tirinhas tornaram o personagem autor de muitas frases divertidas. Várias delas foram reproduzidas no microblog, que recebeu cerca de 25 mil mensagens  ao longo do dia.

O garoto de 6 anos e Haroldo, seu tigre de pelúcia (Hobbes, na versão original), que ganha vida apenas na imaginação do menino, promovem diálogos ora engraçados ora reflexivos sobre muitos temas. Muitos usuários aproveitaram a data pra twittar frases célebres.

Além das páginas dos periódicos, até 1995, ano em que o cartunista Bill Watterson declarou sua aposentadoria da série, só as coletâneas venderam mais de 30 milhões de exemplares.

A série já recebeu prêmios importantes dos quadrinhos, como o Harvey Award, Eisner e Reuben Award, nos Estados Unidos, além do Angoulême International Comics Festival, na França.

Veja alguns exemplos de frases de Calvin e Haroldo:

link "Porque perder tempo aprendendo quando a ignorância é instantânea?"

link "Há uma relação inversa entre o quanto uma coisa é boa para você e o quanto ela é divertida."

link "Então o segredo para a auto-estima é abaixar suas expectativas ao ponto onde elas já alcançaram?"

link "Não há nenhum problema tão terrível ao qual você não pode adicionar um pouco de culpa e fazê-lo ficar pior."

link "Se você faz o trabalho ruim o bastante, às vezes não lhe pedem para fazê-lo novamente."

link "A infância serve para estragar a maioridade."

Mais conteúdo sobre:
Calvin Haroldo quadrinhos cultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.