Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Boni não deve aceitar cargo de secretário de Cultura

Empresário que trabalhou por 30 anos na TV Globo tem encontro marcado com prefeito eleito João Doria para dizer que não poderá se mudar para a cidade com toda a estrutura de sua TV Vanguarda. Sua proposta será a de prestar consultoria para a pasta

Julio Maria, O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2016 | 18h23

O empresário José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, não deverá mais aceitar o cargo de secretário de Cultura de São Paulo. Ele pediu uma reunião com o prefeito eleito João Doria, no próximo domingo, para explicar o motivo de sua decisão. Além de ter de se mudar com a família do Rio, cidade onde vive desde 1963, ficaria muito complicada a transferência para São Paulo de toda a estrutura de sua TV Vanguarda, hoje com escritório no Rio de Janeiro. Boni vai sugerir ao prefeito um envolvimento menos rígido com a pasta. Impressionado com os projetos da área expostos por Doria em um primeiro encontro, ele diz estar disposto a até mesmo prestar consultoria para a área.

 

Mais conteúdo sobre:
Boni João Doria São Paulo Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.