1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Atriz e ativista Ruby Dee receberá homenagem póstuma em Nova York

REUTERS

01 Julho 2014 | 20h 23

Amigos, familiares e fãs da atriz e ativista Ruby Dee, que morreu no mês passado aos 91 anos, irão celebrar sua vida e seu legado em uma homenagem póstuma em Nova York em setembro, disse uma porta-voz da família nesta terça-feira.

Dee, aclamada por sua atuação no cinema, no teatro e na televisão, sozinha e ao lado de seu falecido marido e ator Ossie Davis, foi uma figura notável no movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos.

Em seus papéis, disse o presidente norte-americano, Barack Obama, a pequena atriz “abriu caminho para gerações de atores e atrizes negros e inspirou mulheres afroamericanas de todo o país”.

A homenagem na igreja Riverside, em Manhattan, em 20 de setembro, contará com canções, dedicatórias e reflexões de familiares e colegas de Dee, que foi indicada ao Oscar por seu papel no filme “O Gângster” e recebeu um prêmio Emmy em 1991 pelo filme de TV "Decoration Day".

Uma cerimônia fúnebre particular foi realizada após a morte de Dee em 11 de junho. A homenagem póstuma será aberta ao público.

(Reportagem de Patricia Reaney)